URTICÁRIA E ANGIOEDEMA

A urticária é uma enfermidade comum e heterogênia , sendo facilmente reconhecida pelos médicos , entretanto é altamente complexa quando as manifestações clínicas e as terapias utilizadas.

A urticária pode ser classificada em aguda(< 6 semanas) e crônica (>6 semanas)

O que é urticária?

A urticária consiste em lesões vermelhas elevadas (eritematopapulosa), isoladas ou agrupadas, fulgazes, assimétricas, geralmente circulares, podendo variar em forma e tamanho. Caracterizadas por prurido intenso (coceiras),sem dor ou ardência. As lesões desaparecem sem deixar manchas. Quando atingem camadas mais profundas da derme, tecido subcutâneo e submucoso são chamadas de Angioedema ou Edema Angioneurótico e normalmente acometem as regiões de pálpebras, os lábios e genitais com pouco ou nenhum prurido, podendo ser dolorosa ou apresentar sensação de queimação ou ardência.

A urticária e o angioedema geralmente coexistem, não apresentando diferenças significativas quanto a etiologia.

Quais as causas de Urticária?

  • Algumas doenças. Por exemplo: vasculites, lúpus, doenças tiroideias.
  • Coçar a pele
  • Contacto com químicos
  • Infeções, incluindo gripes, infeções bacterianas e fúngicas
  • Exercício
  • Exposição ao sol, ao calor, ao frio ou a água
  • Pressão sobre a pele
  • Reações alérgicas a alimentos. Por exemplo: frutas, leite, ovos, amendoins, avelãs, marisco, picadas de insetos, animais, pólenes, etc.
  • Remédios como aspirina e outros medicamentos anti-inflamatórios não esteróides, como ibuprofeno, medicamentos para pressão alta (inibidores da ECA) ou analgésicos como codeína.
  • Stress

Como são tratadas a urticária e o angioedema?

O melhor tratamento para urticária e angioedema é identificar e remover o gatilho, mas essa não é uma tarefa fácil. Os anti-histamínicos são geralmente prescritos pelo seu médico para aliviar os sintomas. Os anti-histamínicos funcionam melhor se tomados regularmente, para evitar a formação de urticária.

A urticária crônica pode ser tratada com anti-histamínicos ou uma combinação de medicamentos. Quando os anti-histamínicos não proporcionam alívio, podem ser prescritos corticosteroides orais. Um medicamento biológico, omalizumabe (Xolair), também é aprovado para tratar urticária crônica em pessoas com pelo menos 12 anos de idade.

Para surtos graves de urticária ou angioedema, pode ser necessária uma injeção de epinefrina (adrenalina) ou um medicamento com cortisona.