(11) 3262-0522

Imunoterapia

Dependendo do tipo de alergia que você tem, você pode treinar seu corpo para se tornar menos alérgico. A imunoterapia é um tratamento preventivo para reações alérgicas a substâncias como pólen de grama, ácaros da poeira doméstica ,veneno de abelha, entre outros. Antes de iniciar o tratamento o alergista e o paciente identificam fatores desencadeantes dos sintomas alérgicos e, para isso são realizados testes cutâneos ou sanguíneos com o intuito de confirmar os alérgenos que levam a sensibilização e desencadeiam os sintomas de alergia. Logo trata-se de uma prevenção para reações alérgicas, sendo uma modalidade de tratamento que estimula o sistema imune,através da administração do alérgeno ao qual o paciente é sensivel apresentando-o de modo gradual e progressivo com o objetivo de dessensibilizá-lo e consequentemente melhorar sua qualidade de vida.

Ela afeta o curso natural da alergia e ao final do tratamento há a possibilidade do paciente entrar em contato com o alérgeno sem desecadear a crise, tornado o uso do antialérgico desnecessário, uma vez que a doença está controlada.

Indicações da Imunoterapia

A imunoterapia é indicada em doenças mediadas por IgE , confirmadas por testes alérgicos

  • Sintomas recorrentes
  • Controle ambiental sem sucesso
  • Controle de ambiente de trabalho sem sucesso
  • Crises mesmo quando em uso de medicação
  • Asma, Rinite, Dermatite Atópica, Conjuntivite Alérgica,Reação de Hipersensibilidade a insetos

Tipos de imunoterapia

A imunoterapia pode ser injetável ou sublingual ambas com vantagens e desvantagens a serem discutidas com o especialista. Basicamente o tratamento passa por uma fase inicial que se chama indução na qual a concentração da imunoterapia vai aumentando até atingir um patamar que controle os sintomas de alergia. Após o final da indução segue-se a fase de manutenção, onde é feito uma memória desse estímulo inicial. O tratamento é longo e pode durar entre 3 a 5 anos.